Páginas

domingo, 28 de abril de 2013

A moda do "curtir"

   
 Sabe o que eu curto? Curto um dia de sol no inverno, um dia de praia no verão, um dia de chuva com meu namorado, curto chocolate, pipoca, batata-frita, palmito, pizza e pastel. Curto Burger King, Mc Donalds, Sushi, X de R$ 2,00(muito comum por aqui) e cachorro-quente, prensado ou não. Curto sorvete e picolé. Curto comer milhares de coisas que engordam mesmo querendo ficar magra, mas também curto as comidinhas naturais. Curto cozinhar, a sexta-feira, desenhos animados, dinheiro na minha conta, música, cerveja gelada e um cinema com meu lindo. Além da cerveja gelada curto vinho, caipirinha e amarula, e não fui influenciada a curtir isso.
     Curto gatos, cachorros, cavalos, flores e presentes inesperados. Curto as pessoas que me querem bem, curto a mamãe, o papai e a manitcha, a cunhadinha com o cunhadinho e também a sogrinha. Curto ser cristã, curto Deus, Jesus e o Espírito Santo. Curto trocar milhares de mensagens com o meu gatinho, ver ele todos os dias, o carinho e abraço dele e também todo o amor que ele me dá. Curto simplesmente ficar ao lado dele e a felicidade que ele me proporciona. Curto beijos demorados com ele, o cheiro dele, o sorriso dele e tudo que há nele. 
     Curto rir sem parar, sonhar e viajar *-*. Curto roupas novas, passear pelo shopping e olhar vitrines sem ter dinheiro para comprar nada. Também curto me arrumar, passar maquiagem, ficar cheirosa mesmo que as vezes isso não pareça =S. Curto ler um livro. Um não, milhares de livros. Curto até a faculdade, mesmo tendo preguiça de ir. Curto ver um jogo da NBA e do Corinthians. Curto estar perto das pessoas que eu amo e que eu quero bem. 
     Não sei se "curto" é derivado do "curtir", se é uma palavra correta ou se é utilizada apenas para coisas "curtas de comprimento", mas eu curto. Apesar de as pessoas me julgarem, de as vezes eu achar que minha vida é uma droga e nada dá certo, eu curto a minha vida. E sou feliz assim, desse jeito. =) 

domingo, 21 de abril de 2013

Presentinhos

    Oi gente bonita. Voltei rapidinho até né? Hahahaha. Então, ontem eu, mamãe, papai e irmãzitcha fomos dar uma voltinha no shopping(namorado lindo estava trabalhando). Programa bem família mesmo. E daí o que aconteceu??????? Ganhei alguns presentiiiiiinhos!!! Na verdade foram dois, mas se passou de um já são alguns não?  Beijo pro papai!!!

    Lembram que eu falei aqui sobre um dos meus sonhos de consumo ser uma calça jeans amarela? Por um acaso eu comentei isso em casa e o que aconteceu? Tcharammmm! A calça amarela linda apareceu.


    Essa aí é da Damyller. Adoro as calças de lá. São boas, confortáveis, duráveis e se encaixam bem ao corpo. Tenho váááááárias(só 04), E como são meio carinhas, não uso pra bater perna não.
    Rá, e depois de ganhar a linda-maravilhosa-chiquérrima calça amarela, meu querido pai ainda disse que eu podia gastar mais R$ 30. Sabe como é né, não nadamos em dinheiro, daí tem um limite. E ao invés de eu gastar esse dinheiro pedindo uma blusinha da C&A, Renner, Marisa, Hering ou em qualquer outra lojinha, pedi um LIVRO! Sim, podem me chamar de louca, mas adoro livros. Principalmente os do Nicholas Sparks e da Meg Cabot, ou qualquer outro que seja no mesmo estilo.


    E esse aí eu tava louquinha para ler. Comprei(papai comprou) nas Livrarias Curitiba, bem conhecidinha aqui. O livro é uma espécie continuação de "Diário de Uma Paixão". No momento estou lendo "Um Porto Seguro", também do Nicholas e que estreou em filme essa semana.
    Qualquer dia desses em que eu estiver inspirada faço uma foto de "Look do Dia" com a calça amarela que todos amam(ou que eu amo), igual a fofa da Giovanna Ferrarezi faz no blog dela, hahahaha.

Beijo gente!!!

:D

    Oi genthy, tudo bem? O blog anda meio abandonado né? Desculpem por isso, mas a minha falta de tempo é grande. Prometo que se tudo der certo, as atualizações serão frequentes. Torçam por mim então, hihihi.
    Hoje estou postando apenas para tirar os mofos. Não tem nenhum tema, dica, ideia, reclamação, opinião. Mas estou com uma ideia de dois posts pra essa semana já, ou semana que vem. Ou quando me sobrar tempo, hahahaha.
    Só peço uma coisinha pequenininha: que quem lê o blog, deixe um comentário aí, nem que seja um emoticon fofinho, pra me deixar animadinha. Me sinto meio abandonada aqui, só com minha irmã e meu namorando lendo. ;)
    Por hoje é isso só. Mesmo. Beijo povo chiquê!!!

domingo, 7 de abril de 2013

Impala Anos Dourados


    Bom dia gente!! Pra quem gosta de esmaltes, hoje estou aqui para falar da coleção Impala Anos Dourados. São essas cores maravilhosas aí, meio candy, E eu adoro cores candy, hahahaha. Então vou falar um pouquinho de cada para vocês. Os detalhes explicativos dos esmaltes não são de minha autoria. Achei na internet, HAHAHA. 
    Biquini de Bolinha - O amarelinho pastel cremoso. A referência parte de uma das celebridades da época, Brigitte Bardot, que marcou a aceitação do traje de banho na década de 50. Depois disso, a cor pegou no Brasil e modelito foi explorado por mulheres mais ousadas. 
    Cinturinha - O rosinha pastel cremoso. A cinturinha marcada foi um símbolo do comportamento feminino que as moças nos anos 50 disseminaram. Virou moda, e até hoje agrada mulheres do mundo inteiro.
    Mão Boba - O vermelhinho. Os rapazes da época estavam mais saidinhos e ansiosos por carinhos mais ousados. "Olha a mão boba!", foi a gíria mais usada para eles na época.
    Matinê - O verdinho pastel cremoso. As famosas matinês nos Anos Dourados eram um espetáculo. Com muito glamour, pipoca e lanterninhas o escurinho era muito aguardado.
    Paetê Preto - O com cobertura glitter bolinha. Sucesso absoluto na década de 50, as estampas de bolinha que agora voltam com tudo, estão sempre nas unhas com um toque de glamour e charme.
    Aí embaixo uma ideia de como eles são, e como ficam com o preto liiiindo.

    E eeeeeeeeu, como não posso entrar em uma loja de cosméticos, já comprei o Biquini de Bolinha, Matinê e Cinturinha. Não comprei o de paetês porque não achei. 

                                 
    Só que eu ainda não testei, porque me falta tempo. Alguém já testou e quer dar uma opinião? Deixe nos comentários ;)
    Beijinhos!!
    
    

quarta-feira, 3 de abril de 2013

Sobre o jornalismo

   Hoje na faculdade, durante a aula de Ética, meu professor disse algo meio "nas entrelinhas" que venho pensando há um booooooooooom tempo: a matriz curricular do curso de Jornalismo deveria ser revista.
   Tipo, parece que as faculdades estão nos treinando para sermos redatores e repórteres de jornais e revistas apenas, afinal são 06(SEIS) semestres só de redação. E onde ficam as outras disciplinas talvez consideradas "essenciais" para o jornalista?
   Nem todo mundo que optou por fazer esse curso quer ser redator ou repórter. Uns querem trabalhar na TV, outros no rádio, outros querem ser assessores e por aí vai. Saber escrever jornalisticamente é fundamental, mas por que então não trocar essas seis disciplinas de redação por matérias que aprofundem e especializem em outras áreas do jornalismo?
   Tem ainda as 05(CINCO) optativas OBRIGATÓRIAS que devem ser feitas para se formar. Se são optativas não deveriam ser obrigatórias. E geralmente são nessas que se encontram as especializações que muitos querem, como jornalismo esportivo, cultural, literário, internacional. Mas elas nem sempre aprofundam o necessário para uma "especialização".
   Sem contar as horas de atividades complementares que também são obrigatórias para se formar. No mínimo 240 horas. Será que não pensaram que nem todo acadêmico tem dinheiro para pagar a faculdade, e tem que se matar de trabalhar para pagar as mensalidades? As vezes trabalhar sábados, domingos e feriados dependendo do emprego que arruma. Vai achar horário livre para as atividades complementares onde?
   Então, como MINHA opinião, o Ministério da Educação, Sindicato dos Jornalistas ou sei lá quem faz a matriz curricular deveria rever a do curso de jornalismo. Principalmente a mensalidade =S